Notícias

>, Regionais, RIO DE JANEIRO>Uso de celular aumenta problemas ortopédicos

Uso de celular aumenta problemas ortopédicos

By |2018-12-15T12:40:03-03:0015/12/2018|Notícias, Regionais, RIO DE JANEIRO|

A Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia alerta para um problema crescente: o número de pessoas com problemas de coluna, principalmente das vértebras cervicais – que ficam no pescoço -, decorrente do uso do celular em postura inadequada.

O diretor de Campanhas Públicas da SBOT, Rodrigo Galinari, diz que embora ainda não haja um estudo científico sobre a frequência de problemas da coluna causados pelo uso do celular, os médicos têm registrado o aumento do número de pacientes com problemas tanto da coluna cervical como torácica. “O problema decorre do uso do celular para acessar a Internet com o aparelho à altura da cintura, o que leva o usuário a manter a cabeça curvada para baixo por muito tempo, o queixo junto ao peito, o que força a coluna”.

A recomendação é levantar o celular à altura dos olhos ou usar o celular pousado numa mesa, o que também alivia o problema. Como o celular já substitui em grande parte o computador e não é cômodo usá-lo com o braço levantado, a outra recomendação é que o usuário faça exercícios que diminuam o efeito da posição inadequada. “O exercício mais importante é o alongamento da musculatura da coluna cervical com movimentos de flexão, extensão e rotação lateral do pescoço”, explica o diretor.

A presidente da SBOT, Patrícia Fucs, lembra a propósito que a Organização Mundial da Saúde também alerta para a necessidade de fazer exercício, pois concluiu que o sedentarismo se tornou a quarta maior causa de morte no mundo, perdendo apenas para as doenças cardiovasculares, o câncer e a diabetes.

A OMS calcula que 81% dos adolescentes e 23% dos adultos no mundo exercitam-se menos que o recomendável, e o exercício habitual, como a caminhada, reduzem em 21% os casos de câncer de mama e cólon, 27% dos casos de diabetes e, no caso da Ortopedia, destaca Patricia Fucs, “30% dos problemas da coluna, especificamente dor nas costas e hérnia de disco”.

Destaques da SBOT

Faça sua inscrição