Loading...
COMITÊ DE ATUAÇÃO EM DOR2019-07-04T09:47:07-03:00

Destaques

Último destaque

Comitê de Dor

O Comitê de Dor da SBOT nasceu devido à necessidade de a Ortopedia ser representada na Comissão de Dor da Associação Médica Brasileira (AMB), que tem como objetivo avaliar os médicos que têm interesse no título de área de atuação em dor.

Além da SBOT, outras sociedades fazem parte desta comissão de dor:

– Associação Brasileira de Medicina Física e Reabilitação (ABMFR)

– Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR)

– Sociedade Brasileira de Neurocirurgia (SBN)

– Sociedade Brasileira de Anestesiologia (SBA)

– Sociedade Brasileira de Clínica Médica (SBCM)

– Academia Brasileira de Neurologia (ABN)

– Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP)

– Colégio Médico Brasileiro de Acupuntura (CMBA).

Inicialmente,  o Dr. Ricardo Kobayashi (SP) representava a SBOT na Comissão da AMB, mas a partir de 2015, foi criada uma Comissão de Atuação em Dor dentro da SBOT que teve como presidente o Dr. André Wan Wen Tsai (SP) sendo composta pelos ortopedistas: Dr. Frederico Barra de Moraes (GO), Dr. José Eduardo Forni Nogueira (SP), Dr. Wellington Luiz Fagundes Braun (PA) e Dr. Ricardo Kobayashi (SP).

Em março de 2019, durante a reunião da Comissão Executiva realizada em Campinas, no TEOT, e presidida por Moisés Cohen (presidente da SBOT gestão 2019), foi aprovada a formação do Comitê de Dor da SBOT com apoio da maioria dos presentes.

Objetivos:

  • Documentar através de uma pesquisa nacional como foi a formação em Dor do ortopedista brasileiro nos últimos anos. A pesquisa foi realizada com todos os membros quites da SBOT;
  • Ensinar o residente de Ortopedia conceitos de avaliação e manejo de dor aguda e crônica para poder entender melhor as queixas dos doentes e ter um melhor resultado terapêutico;
  • Capacitar os ortopedistas em Dor, através de eventos de educação médica continuada em diferentes regiões do Brasil;
  • Discutir o tema Dor nos congressos regionais e no congresso anual da SBOT para atualizar os ortopedistas;
  • Criar literatura sobre Dor direcionada ao ortopedista, facilitando o seu aprendizado.

Principais justificativas para criação do Comitê:

A dor aguda é uma resposta fisiológica normal a estímulos. No entanto, a falha do controle adequado da dor aguda pode levar a sua cronificação.
A dor tem grande prevalência e impacto no cotidiano do ortopedista. Nos serviços de pronto atendimento a dor é queixa em mais de 60% dos casos, além disso é a principal causa de readmissão hospitalar após cirurgias e a dor aguda pós-operatória é considerada um problema de saúde pública.
Segundo a pesquisa do Comitê de Dor de 2019, os membros da SBOT atendem com grande frequência tanto a dor aguda (74%) quanto a dor crônica (69%).

Atualmente, a dor crônica é considerada uma doença e impacta de forma marcante na qualidade de vida dos pacientes. No Brasil, a dor crônica acomete 37% da população. Cerca de 75% dos brasileiros a consideram limitante para as atividades de lazer, relações sociais e familiares. A dor é a principal causa de incapacidade física e funcional dos doentes afastados, a lombalgia é a principal causa de absenteísmo no trabalho no país, e isto impacta severamente na economia brasileira.

Um Estudo realizado na Europa com mais de 40 mil pacientes concluiu que a principal causa da dor crônica é a falha de formação dos profissionais de saúde em dor.

Segundo a pesquisa do Comitê de Dor de 2019, 88% dos membros da SBOT consideram que a formação em Dor na residência ou especialização de Ortopedia foi insuficiente, conforme a tabela abaixo:

Você acha que seu aprendizado em DOR foi satisfatório durante a residência/especialização em Ortopedia?

Opções de respostas Respostas
Sim 11,92% 31
Não 88,08% 229
Total 260

Devido a alta prevalência da dor na Ortopedia e Traumatologia associada a falta de educação em dor na formação do ortopedista, o Comitê de Dor tem como objetivo principal melhorar a formação em dor do ortopedista para melhorar o atendimento da população brasileira. Somado a isso, observamos o crescente interesse de ortopedistas em dor, que acabam buscando outras instituições e sociedades para aprimorar sua formação neste tema.

Segundo a pesquisa realizada com os ortopedistas, 98% dos membros da SBOT tem interesse em aulas de dor voltada para a Ortopedia e 97% dos membros da SBOT consideram importante melhorar a formação em Dor, conforme as tabelas abaixo.

Você tem interesse em aulas sobre DOR voltadas para o ortopedista?

Opções de respostas Respostas
Sim 97,66% 250
Não 2,34% 6
Total 256

Você acha importante a formação de um comitê de dor na SBOT para melhorar a formação em DOR dos residentes e dos ortopedistas?

Opções de respostas Respostas
Sim 97,31% 253
Não 2,69% 7
Total 260

Agenda do Comitê da Dor:

Módulos de dor para ortopedista apoiados pela Comissão de Educação Continuada da SBOT dentro dos seguintes eventos:

  • Congresso Paulista de Dor (APM)
    (São Paulo / SP – 29 a 30/3/19)
  • Congresso Nordeste Brasileiro Multidisciplinar da Dor
    (Aracajú / SE – 11 a 13/4/19)
  • Curso CEC Atualização em Trauma do Esporte e Dor – Patrocínio Grünenthal
    (Belo Horizonte / BH – 3/5/19)
  • Evento SBJ, SBQ e Dor – Patrocínio Grünenthal –
    (Rio de Janeiro / RJ – 24/5/19)
  • Congresso Brasileiro de Dor (SBED)
    (São Paulo / SP – 19 a 22/6/19)
  • Congresso da Sociedade Brasileira de Médicos Intervencionistas em Dor (SOBRAMID)
    (Rio de Janeiro / RJ – 3 a 6/7/19)
  • Congresso SulBrasileiro de Ortopedia e Traumatologia (SULBRA)
    (Bento Gonçalves / RS – 11 a 13/7/19)
  • Evento SBJ, SBQ e Dor – Patrocínio Cristália
    (Brasília / DF – 2/8/19)
  • 21o Encontro de residentes do Estado de São Paulo
    (São Paulo / SP – agosto/19)
  • Congresso de Ortopedia e Traumatologia do Centro Oeste Brasileiro (COTCOB)
    (Pirenópolis / GO – 17 a 19/10/2019)
  • Congresso Paulista de Dor (APM)
    (São Paulo / SP – março 2020)
  • Congresso Interdisciplinar da Dor da USP (CINDOR)
    (São Paulo / SP – julho 2020);
  • Dia do comitê de dor no CBOT
    (14/11/19)

Além da participação em eventos com módulos específicos sobre a Dor, o Comitê também é responsável por:

  • Organizar aulas para os residentes de todos os Serviços de Ortopedia credenciados pela SBOT;
  • Apoiar a elaboração de questões de dor para o TARO e TEOT, estimulando os residentes a estudar o tema dor;
  • Agregar ortopedistas de diferentes áreas de atuação em dor através da parceria com as sociedades científica:

– Colégio Médico de Acupuntura Estado de São Paulo (CMAeSP);

– Sociedade Brasileira de Regeneração Tecidual (SBRET);

– Sociedade Brasileira Médica de Tratamento por Ondas de Choque (SBMTOC);

– Sociedade Brasileira de Médicos Intervencionistas em Dor (SOBRAMID);

– Associação Brasileira para Estudos dos Tratamentos por Infiltração (ABETI);

– Representar a SBOT na comissão de dor da AMB para a avaliação dos médicos candidatos à área de atuação em Dor.

SOBRE O COMITÊ

ENDEREÇO
Alameda Lorena, 427
14º Andar
Jardim Paulista
São Paulo/SP
CEP: 01424-000

TELEFONE
(11) 2137-5431 / (11) 96643-8003

E-MAIL
dor@sbot.org.br

Membro quite tem desconto no Congresso Anual SBOT!