A ortopedia e a sua saúde

>>Pergunte à SBOT: cuidados com o gesso

Pergunte à SBOT: cuidados com o gesso

By |2019-09-23T13:43:44-03:0023/09/2019|A ortopedia e a sua saúde|

Após uma fratura ou uma torção, em alguns casos, o paciente pode precisar usar algum tipo de imobilização como por exemplo, o gesso. O gesso é composto de uma bandagem que, quando molhada, pode ser moldada e ao secar, fica resistente. O objetivo é imobilizar completamente o membro machucado.

Depois que é feito o gesso, é importante o paciente dizer ao médico se está muito apertado ou não, e tomar certos cuidados como: não molhar o local o gesso, não bater o gesso evitando rachaduras e não colocar nada dentro, por exemplo tentar coçar a pele com objetos pontiagudos. Mas sempre esclareça todas as suas dúvidas com o seu médico e para se consultar com um especialista SBOT, acesse: https://sbot.org.br/localize-o-ortopedista/. Esse é mais um vídeo do projeto “Pergunte à SBOT”, com orientações para população. #SbotValeSer #Sbot

 

Cuidados com o gesso
O médico ortopedista tem que ter todo o cuidado na confecção do gesso e após ele ser confeccionado, é importante o paciente verificar:
• se está apertado,
• se está comprimindo estruturas vasculonervosas, as extremidades podem ficar roxas, é algo que ele tem que observar,
• a questão da mobilidade dos dedos,
• se ele tiver dor depois da mobilização do gesso confeccionado pode ser um problema.
• não pode ser molhado.
Um paciente que usa um gesso de membro inferior, uma bota, por exemplo, geralmente não pode pisar porque o peso do corpo pode danificar.
Especificamente as orientações vão depender de qual membro está sendo engessado.

Destaques da SBOT

Membro quite tem desconto no Congresso Anual SBOT!
Por favor, aguarde enquanto estamos te redirecionando.
Confira as principais recomendações sobre a pandemia da COVID-19