A ortopedia e a sua saúde

>>, Lesões>Dor lombar – Quais os motivos

Dor lombar – Quais os motivos

Por |2019-01-11T10:09:30+00:0009/10/2018|Coluna, Lesões|

O que é?

A dor lombar, também conhecida como lombalgia, ocorre na parte inferior da coluna vertebral e está entre as dores mais comuns entre homens e mulheres nas diferentes fases da vida. Ela é causada geralmente por uma lesão em um músculo.

O número de pessoas que convive com dor lombar é bastante grande atualmente. Entre as principais razões estão a má postura, sedentarismo, posições incorretas no ambiente de trabalho, nos afazeres domésticos, execução errada de exercícios e principalmente esforço físico.

As dores lombares são classificadas como agudas ou crônicas. O que as diferencia é o tempo de duração.

Principais fatores

As causas comuns incluem levantamento de peso de maneira inadequada, falta de exercícios físicos regulares, obesidade, doenças reumáticas, envelhecimento e até fatores emocionais podem estar relacionados.
Além desses, a postura viciosa e esforço físico são sem dúvida os principais fatores de risco. Hábitos incorretos de postura ao deitar, sentar ou realizar qualquer atividade do dia a dia, no trabalho e lazer podem acarretar em malefícios à coluna.

Sintomas

A dor é o sinal primário de lombalgia. Confira a seguir alguns dos principais sintomas:

  • Dor que se inicia de maneira súbita na região lombar;
  • Irradiação ocasional da dor para os glúteos e/ou coxas, até os joelhos;
  • A dor nas costas é pior que a das coxas;
  • A dor se agrava com o movimento, ao sentar-se, parar, levantar objetos ou inclinar-se;
  • A dor é aliviada com o repouso e calor;
  • Há antecedentes de fatores psicológicos e laborais estressantes;
  • Em alguns casos, existe antecedente de lesão mecânica ou história de trauma (com ou sem fratura)

Cuidados Importantes

Independentemente da duração da dor, o indicado é, ao surgimento dos sintomas, que a pessoa procure um especialista em Ortopedia e Traumatologia para avaliar a gravidade do problema e iniciar o tratamento.
Existem alguns hábitos e cuidados que podem ajudar a evitar e/ou amenizar os efeitos da dor lombar. Entre eles está a mudança na posição para dormir, o tipo de colchão utilizado, forma como se levanta da cama ao acordar, cuidados ao levantar e transportar objetos do chão, cuidado com o peso e o equilíbrio de mochilas nas costas e o cuidado ao usar calçados com saltos muito altos e/ou por períodos prolongados.

A dor lombar é também um dos principais motivos de ausência no trabalho. Portanto, é importante cuidar da saúde e da postura no ambiente de trabalho. Entre elas, utilizar cadeiras que não reclinem para trás, com apoio para os braços; sentar usando todo encosto e os pés totalmente encostados no chão. A tela do computador deve ficar na altura dos olhos para a coluna cervical (pescoço) ficar em posição confortável.

Cuidados especiais para gestantes: manter atividade física supervisionada e manter o peso dentro do recomendado para a faze gestacional. Lembrar que as dores lombares em gestantes são comuns e, na maioria das vezes, não representam nenhum problema sério de coluna. Deve-se procurar um médico especialista em coluna para fazer o diagnóstico correto, tratamento e prevenção de novas crises.

Diagnóstico

O diagnóstico e as causas da dor lombar são estabelecidos a partir da avaliação clínica e a história do paciente que será verificada na consulta.
Exames complementares de imagem como raio-X, ultrassom, tomografia computadorizada e ressonância magnética não costumam ser solicitados na primeira avaliação, mas podem ser pedidos, se necessário, para uma avaliação mais detalhada em um caso de diagnóstico da lombalgia.

Tratamento

O principal objetivo do tratamento da dor lombar aguda é aliviar a dor, melhorar a habilidade funcional e prevenir recorrência e cronicidade.
Há uma variedade de intervenções terapêuticas disponíveis, tais como: analgésicos, anti-inflamatórios, corticoides e relaxantes musculares. Muito raramente um caso de lombalgia irá precisar de cirurgia. Fisioterapia, massagens e outros tratamentos alternativos (RPG e Pilates, por exemplo) podem ajudar na prevenção e alívio de dores lombares.

PERGUNTAS A FAZER AO ORTOPEDISTA

  • Você é especialista pela Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia?
  • O que posso fazer para diminuir a intensidade da dor?
  • É possível prevenir?
  • Existe relação entre hérnia de disco e dores lombares?

A SBOT é uma associação nacional de especialidade médica responsável por congregar os especialistas em Ortopedia e Traumatologia. A Sociedade promove e tem a responsabilidade na formação de especialistas, além de prover condições para atualização permanente, sob a forma de ensino, pesquisa, educação continuada, desenvolvimento cultural e defesa profissional.

Procure sempre um especialista!

Referências
1. http://portalsbc.org/

Destaques da SBOT