Loading...
COMITÊ DE ORTOPEDIA PEDIÁTRICA2019-01-10T10:55:47+00:00

Destaques

Último destaque

Comitê de Ortopedia Pediátrica

Em 1989, nasceu o Comitê de Ortopedia Pediátrica da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia. Participaram da fundação Paulo Cezar de Malta Schott, então presidente da SBOT, Jorge Pederneiras de Faria, Cláudio Santili, Anastácio Kotzias Neto, Luiz Antonio Munhoz da Cunha, Akira Ishida, Paulo Bertol, Paulo Lompa, Renato Barbosa Xavier, Sizínio Kanan Hebert, Roberto Guarniero e Jairo de Andrade Lima. Cabe destaque especial a José Laredo Filho, um grande incentivador dos Ortopedistas pediátricos, com o grande mérito de estimular e criar condições para titulação universitária, na Escola Paulista de Medicina, de muitos dos atuais líderes da Ortopedia Pediátrica em nosso meio. O primeiro presidente do então Comitê foi Jorge Pederneiras de Faria seguido por Roberto Guarniero.

As atividades científicas oficiais da Sociedade incluem o Congresso Brasileiro de Ortopedia Pediátrica, realizado bianualmente, e o TROIA (Traumatologia Ortopédica Infantil Atualização), curso idealizado por Cláudio Santili que, sentindo a necessidade de uma discussão mais ampla sobre o trauma pediátrico dentro da especialidade, lançou a ideia de consignar o estudo e tratamento do trauma pediátrico ao especialista em Ortopedia Pediátrica.

Em 1995, sob o mandato de Paulo Bertol, o Comitê passou à Sociedade Brasileira de Ortopedia Pediátrica e, no mesmo ano, foi realizado o primeiro congresso da SBOP (que corresponderia ao IV Seminário Internacional), em Foz do Iguaçu (PR), sendo presidido por Luiz Antonio Munhoz da Cunha, que na ocasião elegeu-se o novo presidente. Sucederam-se na presidência os Drs. Cláudio Santili, Akira Ishida, Patrícia Fucs, Edílson Forlin e Cesar Andrade Lima.

A SBOP atua como organizadora em várias jornadas, campanhas sociais, encontros e atividades científicas. Cláudio Santili lançou também a ideia da Revista Brasileira de Ortopedia Pediátrica, como órgão de divulgação específica da especialidade. A revista foi o primeiro veículo científico de uma sociedade de subespecialidade filiada à SBOT Nacional. Para isso, novamente houve o incentivo contundente de José Laredo Filho. José Batista Volpon foi o seu primeiro editor chefe e atualmente é Willian Belangero. Além do seu caráter científico, é um importante meio de comunicação com os associados.

Junto à SBOT, a SBOP participa de atividades que vão desde a educação continuada aos colegas ortopedistas até campanhas para a população na prevenção do trauma, como a campanha de transporte seguro da criança nos automóveis, uso adequado de mochilas e orientações diversas ao público leigo. Essas ações apontam a tendência de maior envolvimento e comprometimento do ortopedista com a comunidade, não apenas no esclarecimento quanto na prevenção do trauma ortopédico e diagnóstico precoce das afecções.

Presidente: Gilberto Francisco Brandão
Vice-Presidente: Gilberto Brandão
Secretário-Geral: Mauro Cesar de Morais Filho
1º Secretário: Francisco Carlos Salles Nogueira
1º Tesoureiro: Gilberto Waisberg
2º Tesoureiro: Eiffel Tsuyoshi Dobashi

SOBRE O COMITÊ

ENDEREÇO
Alameda Lorena, 427 – 14° Andar
Jardim Paulista
São Paulo/SP
CEP: 01424-000

TELEFONE
0800 727 7268
(11) 2137-5408