Associado > Destaque Padrão

>, Notícias>A prática médica muito além da formação científica

A prática médica muito além da formação científica

By |2018-12-06T16:46:03-03:0031/08/2018|Associado > Destaque Padrão, Notícias|

Assuntos como gestão, marketing e personal branding são temas cada vez mais presentes na vida dos médicos e saber como aplicá-los na carreira pode trazer diversos benefícios

Já passou o tempo em que o médico se formava e já estava inserido no mercado de trabalho. Com o aumento do número de faculdades de Medicina e residências médicas, o médico precisa se dedicar muito mais para alcançar uma boa posição na sua área e uma vasta carteira de clientes.

Não há dúvidas de que a premissa de um bom profissional é a qualidade de sua formação, de sua especialização e dedicação à educação continuada. Mas cada vez mais os médicos precisam se preocupar e focar sua atenção também na gestão de sua carreira. E isso não é ensinado nos pelo menos oito anos de estudo que incluem a faculdade e a residência médica.

Em primeiro lugar, é importante ressaltar que o paciente também é um cliente que cada vez mais se assemelha ao consumidor comum: alguém que faz contínuas exigências e que busca conhecer o que o médico está falando através de comparações e pesquisas. Com o fácil acesso às informações, o paciente/cliente busca informações sobre quem o está atendendo e de forma cada vez mais exigente.

Ou seja, o tema “gestão da carreira médica” nunca esteve tão em voga, apesar de a maioria dos especialistas apresentar um pouco de receio e desconfianças. É normal, afinal, nesses oito anos – no mínimo – de dedicação à Medicina, nunca se falou nada a respeito de gestão, marketing e negócios. Mas chegou a hora de abordarmos o assunto!

“O médico tem 100% de sua atenção voltada para a área técnica, mas quando vai para o mundo dos negócios e se depara com gestão de consultório, gestão financeira e marketing, passa a ter dificuldades”, conta Marcus Carvalho, fundador da Sucesso Médico – uma empresa especializada no Ecossistema de Empreendedorismo Médico.

Marcus, que também é médico formado pela Universidade Federal da Bahia e pós-graduado em Gestão de Negócios pela Fundação Dom Cabral, criou a Sucesso Médico após vivenciar muitas dificuldades em sua trajetória. “Eu as enfrentei quando abri meu consultório e sei que essa é a realidade de milhares de profissionais, quando desejam abrir sua própria clínica.”

Desta constatação e experiência, nasceu a Sucesso Médico, com o objetivo de ajudar outros profissionais que enfrentam os mesmos problemas. E é fato que a Medicina mudou e a nova realidade de mercado para o exercício da Medicina exige uma mudança de conceitos e de postura profissional. Assuntos como marketing, gestão de consultórios, gestão financeira e personal branding devem estar no radar dos médicos para que eles possam atuar em um mercado cada vez mais competitivo.

O autor do livro “O Marketing também veste branco”, Paulo Moreti, compartilha da mesma opinião quando o assunto são os desafios do novo médico. “Não é desvalorizar a formação técnica do profissional, mas ensinar os médicos a terem uma percepção que vai além. Ele (o médico) precisa também ser um profissional acolhedor e isso vai desde um trabalho de autoconhecimento, definindo a sua missão, visão e valores, até a criação do seu slogan, com a definição de uma estratégia de marketing”, explica.

Paulo escreveu o livro com Rogério Ruiz, médico com especialização em Cardiologia, depois que percebeu uma lacuna na área da saúde: a falta de conhecimento dos médicos em gestão e marketing. No livro são abordados temas cotidianos aos quais o médico precisa estar atento como questões de marketing, cuidado com o ambiente, postura do médico e a sua marca pessoal. Desafiador? Pode até ser, mas não é possível ignorar que novos tempos trazem novas exigências e a evolução da prática da Medicina exige um médico engajado com novas visões e conhecimentos.

“Este ‘novo médico’ assume novos papéis em seu caminhar, agrega novos comportamentos, aceita a tecnologia como sua aliada, busca entender assuntos empresariais e corporativos, tornando-se um profissional 360”, finaliza Marcus Carvalho.

Desafios do novo médico

1. Necessidade de manter-se constantemente atualizado, com novos conhecimentos e novas tecnologias.
2. Estar preparado para lidar com pacientes menos passivos e bastante informados (proativos).
3. Aprender a entender pacientes já avaliados por outros médicos.
4. Saber trabalhar em equipe.
5. Estar pronto para lidar com a “ênfase social e política pelo reconhecimento dos direitos fundamentais das pessoas, sem distinção de classe, sexto e idade”.
6. Estar apto a adaptar-se a uma “concorrência imprevista”.
7. Conscientizar-se da real “estagnação dos rendimentos”.
8. A incompetência é inadmissível, mas a “ausência de compaixão e de um mínimo de calor
humano também o é”.
9. Maior domínio de campos até então “estranhos” à Medicina como: informática, economia, administração, fé, etc.
10. Resgatar uma visão holística da saúde do corpo como um organismo onde “tudo tem que ver com tudo”, evitando o reducionismo cartesiano.
11. Admitir a inter-relação entre corpo-mente-espírito e sua importância na cura e no bem-estar.

*Dicas extraídas do livro:  i, de Sérgio Almeida e Dr. Álvaro Souza, Editora Casa da Qualidade.

Para saber mais:

Sucesso Médico – www.sucessomedico.com
Paulo Moreti – www.simpleyou.com.br

Destaques da SBOT

Membro quite tem desconto no Congresso Anual SBOT!
Por favor, aguarde enquanto estamos te redirecionando.