Destaques SBOT

>>Posicionamento da SBOT sobre a Telemedicina e seu projeto de Teleortopedia

Posicionamento da SBOT sobre a Telemedicina e seu projeto de Teleortopedia

By |2019-02-22T10:23:45-03:0007/02/2019|Destaques SBOT|

A Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) reconhece o CFM como seu conselho federal e se dá o direito de contestar sua normatização para atendimento médico por Telemedicina sem ter convocado todas as sociedades médicas para discutirem seus pontos de vista e estabelecerem limites éticos e morais dentro das boas práticas instituídas pelas especialidades.

Que fique claro que a SBOT compreende a Telemedicina como solução atual para que a medicina chegue às regiões mais longínquas de um país com dimensões continentais como o Brasil, porém, defende o uso dessa ferramenta apenas como forma de auxiliar o profissional médico em benefício dos pacientes, e jamais para substituí -lo.

Essa crença foi o fio condutor da SBOT para desenvolver o projeto pioneiro de Teleortopedia, que tem a ambiciosa missão de levar atendimento ortopédico a áreas distantes e carentes da especialidade, dentro de um programa SUS, a partir de uma rede de serviços credenciados, com ortopedistas treinados para oferecer, em esquema de plantão, atendimento ortopédico complementar ao realizado por médicos generalistas de tais regiões. “A SBOT está preparada para iniciar os testes de Teleortopedia e, assim, se certificar de que sua proposta de atendimento está de acordo com as normas vigentes, opinião da sociedade, dos médicos e do governo. O que não estiver adequado, será atualizado para que a Teleortopedia possa impactar a saúde no Brasil, bem como reduzir deslocamentos entre cidades e orientar o médico da atenção básica para um melhor atendimento ortopédico”, esclarece Moisés Cohen, presidente da SBOT, que lembra que a maior concentração de ortopedistas está nas regiões sul e sudeste do Brasil, o que faz com que cidadãos de zonas mais isoladas do país precisem viajar para receber atendimento adequado ou fiquem sem atendimento por não terem condições de locomoção.

Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT)

Confira o vídeo abaixo, onde o Deputado Luiz Antonio Teixeira Jr, avisa que foi protocolado ontem, 21 de fevereiro, o projeto de decreto legislativo n° 37/2019 pra revogar a resolução n°2227, do Conselho Federal de Medicina. O objetivo é criar uma nova resolução, ouvindo a sociedade e os conselhos de medicina.

 

Destaques da SBOT

Membro quite tem desconto no Congresso Anual SBOT!
Por favor, aguarde enquanto estamos te redirecionando.